Circular em Rotundas

Circulação em Rotundas

Decorrente da publicação da Lei n.º 72/2013, de 3 de setembro, o Código da Estrada sofreu uma revisão, a qual entrou em vigor no dia 1 de janeiro de 2014, abrangendo a Circulação em Rotundas.


Assim poderão ver todas as informações necessárias relativas a este tema clicando neste link:


LINK - Circulação nas Rotundas - "em busca da lei perfeita"              



O regime que vigorava quanto à circulação nas rotundas foi clarificado, nesse sentido os comentários expostos até ao dia 27 de dezembro de 2013 referem-se ainda à legislação anterior. Posteriormente a esta data já serão opiniões relativas aos novos procedimentos nas ROTUNDAS. Obrigado ...

83 comentários:

  1. Excelente! Mas continuo com uma duvida que ninguem me tirou. Umas das principais regras do cogigo da estrada... manda todos circularem pela direita,salvo excepções com ultrapassagem etc,etc. Tomando como exemplo a imagem 4: Se os veiculos amarelo e verde baterem dentro da rotunda quem tem a culpa?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o culpado é quem muda de faixa....e mais nada....alem de que a maior parete de quem circula nas rotundas faz a rotunda a direito....isso sim é um perigo....o codigo diz e bem...sempre que houver duas faixas com o mesmo sentido,deve-se sempre circular pela faixa mais a direita....

      Eliminar
    2. A lei não diz o que o caro anónimo acima menciona! é preciso ler tudo, não só parte, nem só o que convém.
      A lei diz que se deve sempre circular na faixa mais à direita que segue para o destino pretendido! Logo se vai virar à esquerda no próximo cruzamento encosta-se ao eixo da via mesmo que a via tenha 7 faixas no seu sentido, pois essa é a faixa mais à direita que serve o seu destino. Caso contrario e segundo o seu comentário o condutor teria de ir para a faixa da direita e cruzar as restantes 6 faixas.
      Nas rotundas o procedimento deve ser o mesmo, deverá ser escolhida a faixa mais à e mais adequada à saída que se pretende tomar!

      Eliminar
    3. Boa noite, não percebo qual a dúvida destas supostas novas regras de circulação nas rotundas! Ou me ensinaram errado e o tenho feito errado desde 1991, ano em que obtive a carta de condução, mas o que aprendi é exactamente o que neste blog está muito bem explicado. Parabéns, excelente trabalho de sensibilização e de cidadania!

      Eliminar
  2. Olá caro leitor, é verdade que existem várias duvidas de quem será o culpado em caso de haver um acidente no interior da rotunda,é uma situação complexa de se analisar. Contudo, é muito simples de perceber... ora vejamos: Nós temos que perceber que no interior de uma rotunda existem as vias de trânsito, só que estas são em forma giratória, contudo as regras de circulação também se aplicam de igual forma. Quem sai da sua via de trânsito para ir para a outra, seja para a da direita, seja para a da esquerda, este terá sempre que ceder a passagem a quem já esteja na sua via de trânsito. Se existir uma colisão, a culpa principal será sempre de quem saiu da sua via de trânsito e foi bater no outro veículo que já lá estaria. Neste exemplo que referiu, se o veículo amarelo se mantiver na sua via de trânsito, que é a da direita, e o veículo verde sair da sua via em que está e for para a outra via e com isto chocar com o outro, este é que será o culpado. Temos que ter consciência de quem pode ser a culpa em caso de acidente é fundamentalmente para quem circula da forma correta, contudo se por exemplo e voltando a esta mesma imagem, imaginado que o veículo amarelo pretendia circular sempre o mais à direita e inverter o sentido de marcha,(dar a volta completa à rotunda) a sua posição de marcha será incorreta, e o veículo verde ao sair da rotunda lhe bater, a culpa pode não ser totalmente dele, o outro estaria a circular erradamente, por isso é que actualmente as seguradoras atribuem 50% de culpa para ambos os veículos. Pois não nos esqueçamos, uma rotunda é um cruzamento, logo temos que aplicar as regras de circulação com tal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. isto já hoje é esquecido quanto mais em Janeiro:
      «Se existir uma colisão, a culpa principal será sempre de quem saiu da sua via de trânsito e foi bater no outro veículo que já lá estaria».
      A maior parte chega-se completamente à esquerda e depois atira-se para a saída.

      Eliminar
  3. Boas tardes
    Realmente, as dicas que geralmente surgem não se sabe bem de onde e de que origem é, só vêm lançar confusões e o resultado está à vista de todos: quase ninguém sabe circular numa rotunda com várias faixas. Por essa razão dei uma vista de olhos ao código da estrada e a rotunda só aparece em dois locais: numa definição no Artigo 1º que diz

    "Artigo 1.º
    Definições legais
    p) «Rotunda», praça formada por cruzamento ou entroncamento, onde o trânsito se processa em sentido giratório e sinalizada como tal;"

    e no Artigo 14º que diz:

    "Artigo 14.º
    Pluralidade de vias de trânsito
    1 - Sempre que, no mesmo sentido, sejam possíveis duas ou mais filas de trânsito, este deve fazer-se pela via de trânsito mais à direita, podendo, no entanto, utilizar-se outra se não houver lugar naquela e, bem assim, para ultrapassar ou mudar de direção.
    2 - Dentro das localidades, os condutores devem utilizar a via de trânsito mais conveniente ao seu
    destino, só lhes sendo permitida a mudança para outra, depois de tomadas as devidas precauções, a fim de mudar de direção, ultrapassar, parar ou estacionar.
    3 - Ao trânsito em rotundas, situadas dentro e fora das localidades, é também aplicável o disposto no número anterior, salvo no que se refere à paragem e estacionamento.
    4 - Quem infringir o disposto nos números anteriores é sancionado com coima de € 60 a € 300."

    Sendo assim, penso eu que o código da estrada entende que uma rotunda será uma faixa de circulação com vários entroncamentos e não um cruzamento de várias estradas. Estarei a ver mal?
    E mais, muitas vezes, quando nos aproximamos de uma rotunda, se não somos do local não saberemos qual a faixa a tomar e, muitas das vezes, só se sabe pela placa de sinalização à saída da rotunda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá caro Carlos Santos ...
      1º Antes de mais quero-lhe dizer que esta dicas sim, são fidedignas, pois são da minha autoria e como deve ter reparado sou formador/instrutor de condução, logo por inerência da minha profissão estarei por dentro deste tema.

      2º Quando deu uma vista de olhos ao Código da Estrada não olhou com olhos de ver, pois há mais artigos que referem a circulação em rotundas, não são só esses dois ... (pode comprovar visualizando nesta explicação, no parágrafo atrás mencionado onde diz: "O que diz o Código da Estrada (CE) relativamente a rotundas e regras gerais de circulação:
      Clique aqui - Artigos do CE relacionados com este tema"

      3º Quando refere que "uma rotunda será uma faixa de circulação com vários entroncamentos e não um cruzamento de várias estradas" está a ver mal. Para isso quando no artº 1 definem a rotunda como sendo uma praça formada por cruzamento ou entroncamento, teria que estar no plural (praça formada por vários cruzamentos ou entroncamentos), não sendo isso que acontece.
      Uma Rotunda é um cruzamento num todo, pode visualizar através da imagem nº 2 referida anteriormente na explicação.

      4º Por último e referindo-se ao desconhecimento do local ou da rotunda da qual se vai aproximar, poderá ter duas soluções: 1- ou transita sempre pela via mais à direita e neste caso ter sempre em atenção sinalizar bem a manobra utilizando os referidos piscas e tomando todas as precauções necessárias para não provocar acidentes, observando assim qual a sua saída em questão e depois seguir essa direção. 2- ou então passa a transitar pela via mais à esquerda, vai dando uma volta completa à rotunda e observar qual será a saída pretendida e assim depois de conhecida a saída, tomar todas as precauções para continuar a sua direção.

      Eliminar
    2. Boas tardes

      Muito obrigado pela sua atenção. Foi precisamente por ter percebido que é formador e instrutor de condução que resolvi fazer aquele comentário. Tenho é que lhe pedir desculpas pois foi um comentário escrito um pouco a quente. Coisas de rotundas, deverá certamente saber bem como são. Entrámos dois ao mesmo tempo para uma só saída. Eu vinha na faixa da direita e o outro pela esquerda atravessou-se à minha frente obrigando-me a travar a fundo e ainda me fez sinais de chateado. Enfim.

      Eliminar
    3. concordo em absoluto consigo. equiparar ( imagem 2) uma rotunda a um cruzamento é um insulto á minha inteligência. porque cruzamento implica cruzar, implica via á esquerda e via á direita. ora numa rotunda nunca temos uma via que nos surge na esquerda. apenas vias que se nos deparam do lado direito. e num cruzamento real, o transito que vem de frente não pá para me dar prioridade á minha mudança de direção á esquerda nem tão pouco me é permitio virar tanto tanto que até inverto o sentido de marcha. Por outro lado, se imaginarmos que cortamos o circulo da rotunda e o esticamos em lina recta, temos uma via com,1 ou 2 ou 3 ou 4..... faixas de rodagem e sucessivos entroncamentos á direita. porque raio deverei eu circular por uma faixa da esquerda ( interior ) e de repente sair para um desses entroncamentos á direita, atravessando-me na frente de um veiculo que circule á direita ? como diz um leitor lá atras..........a maioria circula por dentro e depois atira-se ( á Fangio ) para a saida.

      Eliminar
  4. Só faltou dizer que quem pertender mudar de via dentro das rotundas, tem que dar prioridade a quem está na via para onde pretende ir.
    Ou seja, não basta ligar o pisca e mudar de via, nas rotundas aplica-se o mesmo procedimento que numa faixa de rodadagem com duas ou mais vias no mesmo sentido, aquele que pretender mudar de via tem que tomar as devidas precauções dando prioridade a quem já circula na via para onde pretende mudar. (nº3 artº 14ºCE) - ler todo o artigo 14º do Código de Estrada.

    ResponderEliminar
  5. Seria mais simples eliminar as vias interiores na maior parte da rotundas existentes, porque dada a sua dimensão reduzida torna quase impraticável a mudança de faixa necessária à "correcta" circulação, mesmo com um veículo ligeiro, sendo que com um veículo de maior dimensão é de todo impossível.
    Pessoalmente acho importante que cada condutor tome a via da direita antes da entrada que precede a saida que pretende utilizar, evitando o "cortar" a rotunda, demonstrando claramente as suas intenções de sair da rotunda e evitar os mal entendidos que provocam grande parte do acidentes.
    De resto, estas recomendações têm uma falha que ainda ninguêm me conseguiu resolver e que passo a tentar explicar por escrito:
    -Entro numa rotunda para sair na 3ª saída, tomando a via da esquerda.
    -Entretanto, na minha 1ª saída entra também na rotunda um carro a circular a par comigo, que vai sair na 2ª saída (minha 3ª saida), e que se mantém na via da direita (como recomendado).
    -Se a saída que ambos pretendemos tomar tem apenas uma via, terei que ceder a passagem ao outro veiculo, pois tenho que mudar de faixa.
    -Portanto dou mais uma volta à rotunda, e se a mesma situação se voltar a repetir, continuo a circular até...

    Espero ter sido explicito, mas parece-me uma falha das recomendações do IMTT

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá bom dia.
      Também eu já me deparei, muitas vezes com o problema da deficiente forma como se circula em quase todas as rotundas com mais de uma faixa.
      Penso que é extremamente útil este tipo de "discussão" e por isso vou dar a minha opinião, que gostaria que comentassem:

      entendo que o problema das prioridades ao entrar nas rotundas (com mais de uma faixa) é a questão principal e, em minha opinião, a questão é simples:
      qualquer veículo que vai entrar numa rotunda para a faixa de fora (direita), se tiver essa faixa livre de trânsito, não tem que ceder a passagem a quem quer que já esteja a circular, ainda que já dentro da rotunda, mas por outraqualquer faixa de rodagem.
      Colocando a questão de forma mais prática, se eu for a entrar numa rotunda que tem 2 ou três faixas de rodagem e a faixa central (mais perto do centro da rotunda) estiver ocupada, pois não tenho que dar prioridae a ninguém, pois que tenho livre a faixa que vou ocupar.
      Depois de ter entrado na rotunda pela faixa mais à direita (mais longe do centro), querendo sair na primeira saída, quem quer que se encontre a circular na rotunda, tem que me dar prioridade, pois que, se pretender sair na mesma saída que eu, ou encostar à direita, vai mudar para a faixa que eu já estou a ocupar e será culpado, a 100 % em acidente que ocorrer.
      Para resolver o problema da prioridade de quem circula dentro de uma rotunda com mais do que uma faixa, o condutor que circular na rotunda tem, antes da última entrada anterior à saída que pretende utilizar, mudar para a faixa mais à direita para, assim, ter prioridade sobre quem pretende entrar na rotunda.

      Será que não tenho razão?

      Eliminar
    2. pois, ta a ver. se perguntar a solução ao ilustre que armou esta confusão ele vai responder-lhe, douto, ah e tal..........

      Eliminar
    3. Eu Vitorino Santos, comecei a conduzir em 1967, mesmo assim, não sinto dificuldade em circular numa retunda, tenho é dificuldade em entender muitos que por elas passam. Pois não interessa quantas faixas tem uma retunda, é, sómente imaginar um cruzamento, só que, para ENTRAR num cruzamento não assinalado, damos prioridade à nossa direita, na retunda, como é giratória, para ENTRAR, damos prioridade à nossa esquerda! nada mais, as retundas foram inventadas para evitar aqueles engarrafamentos que acontecia nos cruzamentos com muito trânsito, que por vezes ( muitas ) ficava tudo parado e ninguém conseguia sair! porque, havia e sempre haverá, aquelas pessoas, que, têm por muitas vezes, todo o tempo do mundo para estar horas no café ou noutro local parecido,a descansar ou falar com um amigo/a mas, na estrada, não hà tempo para ninguém, assim sendo, a retunda, sendo bem utilizada, vai dando oportunidade de entrar e sair sem grande confusão, temos é de ter um pouco de calma e muito bom censo, para tudo funcionar. E pensem bem, isto NÂO É DIFÍCIL, temos sómente de dar prioridade a quem já está na faixa que pretendemos entrar, seja ela para entrar na retunda, ou para sair da mesma! as regras? são as mesmas que são utilizadas em qualque outra via!! Mas, hà de facto um ponto que ninguem fala, por vezes é utilizada mas, mas não muito aconselhada pelos entendidos na matéria, muito menos por quem faz as leis. A questão é esta; estou numa retunda com duas ou três vias, está com muito tráfego a circular, vou sair numa saída com duas vias, porque razão, o códico diz, para sairmos faixa da direita? e não, se eu tansitar na faixa do meio da retunda, posso sair para a faixa da esquerda dessa saída enquanto que o carro que vem na faixa da direita sair para faixa da direita dessa mesma saida. É constante observar todos a afunilar para a faixa da direita na saída, enquanto a da esquerda continua vazia, Mas, mais uma vez repito, tudo feito com calma e bom senso. Já agora, gostava de vos deixar um alerta, ATENÇÂO os PISCAS SÂO PARA INFORMAR OS OUTROS CONDUTORES !!!! e NÂO A NÓS PROPRIOS !! portanto, FAZER O PISCA, COM ANTECEDÊNCIA, e NÂO QUANDO JÀ ESTÂO A FAZER A MANOBRA, aí já não é necessário, pois já todos sabemos o que vai fazer. como dizia a minha avó, mais vale prevenir, que remediar. e tinha razã. Bem haja

      Eliminar
  6. Eu resolvia a questão das rotundas muito simplesmente: haver uma única faixa de rodagem nas rotundas. Assim, aplicava-se a lei das rotundas (quem já está a circular dentro das mesmas tem prioridade) e nas saídas não havia possibilidade de haver passagens nem ultrapassagens.

    ResponderEliminar
  7. A imagem 1 que classificou como "não é uma forma correta de se proceder" tem os mesmos parâmetros da imagem 4, a qual classificou como "esta também será uma forma adequada e conveniente de se circular", o carro vermelho da imagem 4 não está também a "cortar" a rotunda?

    Óptimo tópico, parabéns

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá João, é verdade tem razão, contudo na imagem 1 eu também refiro que "Não significa que seja proibido ou errado proceder desta forma, no entanto ..." não será a forma mais conveniente e nessa imagem diz que é proibido circular na via mais por fora, que é errado.
      Mas é verdade na imagem 4 acontece a mesma situação, não me expliquei de forma conveniente... vou já corrigir essa situação, obrigado pelo reparo... Continuação de uma boa condução ...

      Eliminar
  8. Boa noite, condutores.
    Quanto à circulação, ainda tenho muitas dúvida e entendo que à muita coisa a ir conta a outra.

    1ª - Quem circula no interior de uma rotunda, têm prioridade.
    2ª - É proibido para no interior de uma rotunda.
    3ª - No caso de alguém estar a circular no interior da rotunda com 2 fachas, dar o pisca para a direita e entretanto surgir um carro que está a entrar e colidem, quem está no lado direito/ de fora não estará a fazer uma ultrapassagem pela direita? Não diz o código que, em caso de algém estar a fazer uma ultrapassagem pela nossa esquerda, que devemos abrandar de forma a que a ultrapassagem seja feita de forma segura, rápida permitindo desse modo, a que o condutor que nos está a ultrapassar, retome a facha mais à direita, o mais rápido possível?

    Com essas minhas dúvidas, eu dava e entendo que para circular numa rotunda, esta deveria ser feita ( e estou a fazer assim na realidade) da seguinte forma:

    Considerando rotunda com 2 faixas e entradas/saídas também com duas faixas.

    Querendo sair no 1º quarto de rotunda - Condutor fica no lado direito, sinalizando pisca para a direita, sendo obrigatório sair logo na primeira à direita. Essa saída deveria ter logo uma linha contínua (quem viver no porto, reparem na rotunda de acesso ao aeroporto, junta à estação do metro.

    Querendo ir sempre em frente na rotunda - aproximação de rotunda, com pisca para a esquerda, mal passe a primeira saída, pisca para a direita, ocupando dessa forma a faixa mais à direita possível (Atenção com a linha continua do primeiro item mencionada - condutor já não poderia ir sempre em frente, pois estaria a galgar uma linha continua se quisesse colidir :) com quem estaria a dar pisca para a direita.

    Considerar isso para os restantes quartos de rotunda, imaginando sempre 2 faixas, na rotunda, nas entradas e saídas de rotunda, tendo sempre em atenção que quem se encontra na faixa da direita terá que obrigatoriamente sair na primeira à direita existindo sempre uma linha contínua a marcar a sua faixa para sair na primeira à direita. Isso permitiria uma maior circulação de veículos, maior fluidez e maior segurança.

    Estarei a pensar mal, em como se deveria circular nas rotndas e como estas deveriam ser sinalizadas e marcadas?

    ResponderEliminar
  9. PORTANTO QUE NÃO RESTE DÚVIDAS A VIA DA DIREITA NAS ROTUNDAS, DENTRO E FORA DAS LOCALIDADES, É SÓ UNICAMENTE PARA MUDAR DE DIRECÇÃO Á DIREITA.

    E NUNCA PARA SEGUIR EM FRENTE, OU MUDAR DE DIRECÇÂO PARA OUTRA VIA QUE NÃO SEJA, PARA A DIREITA.
    ESPERO QUE MUITOS CONDUTORES QUE NÃO SABEM OU POR IGNORÂNCIA OU POR QUE SE LIXE O CÓDIGO DA ESTRADA, OU POR TEIMOSIA, A COIMA JÁ É DE 250,00€ A 1.250,00€ .
    ( Art.º 36.º Código da Estrada ).

    Como circular em Rotundas Esclarecimento da Ex-DGV:

    Tendo em conta as disposições aplicáveis do Código da Estrada, na redacção que lhe foi conferida pelo Decreto-Lei nº 44/2005, de 23 de Fevereiro, constantes dos art.º 13º, nº 1; 14º, nºs 1 a 3; 15º, nº 1; 16º, nº 1; 21º; 25º; 31º, nº 1, c) e 43º e as definições referidas no artº 1º do mesmo Código, na circulação em rotundas os condutores devem adoptar o seguinte atitude e comportamento:

    1- O condutor que pretende tomar a primeira saída da rotunda deve:

    Ocupar, dentro da rotunda, a via da direita, sinalizando antecipadamente quando pretende sair.

    2- Se pretender tomar qualquer das outras saídas deve:

    • Ocupar, dentro da rotunda, a via de trânsito mais adequada em função da saída que vai utilizar (2ª saída = 2ª via; 3ª saída= 3ª via); e assim sucessivamente…

    •Aproximar-se progressivamente da via da direita;

    •Fazer sinal para a direita depois de passar a saída imediatamente anterior à que pretende utilizar;

    •Mudar para a via de trânsito da direita antes da saída, sinalizando antecipadamente quando for sair.

    Sinalização de manobras:

    •Todas as manobras que impliquem deslocação lateral do veículo decorrente da
    mudança de via de trânsito ou saída da rotunda devem ser previamente sinalizadas.

    Já por diversos anos sempre ensinei como indica, o Decreto-Lei nº 44/2005, de 23 de Fevereiro, constantes dos art.º 13º, nº 1; 14º, nºs 1 a 3; 15º, nº 1; 16º, nº 1; 21º; 25º; 31º, nº 1, c) e 43º e as definições referidas no art.º 1º do mesmo Regulamento do Código da Estrada.

    Se todos os condutores o fizerem, nunca há intersecções de veículos nas Rotundas, por isso os acidentes passam a diminuir.

    Porque infelizmente cada um faz á sua maneira e ao seu gosto, como podemos ver no vídeo é o descalabre, sei também que há alguns instrutores ensinam mal, porque certos examinadores o exigem, que deverá ser por terem medo!!!!
    Mas infelizmente é só Portugal, porque os Regulamentos são feitos para serem cumpridos, seja por quem fôr…
    Que é de lamentar!!!
    É preciso haver mais informação dos Regulamentos do Código da Estrada e de Sinalização de trânsito, através das Escolas de Condução, IMTT, ANSR,GNR,PSP, e Comunicação Social e Televisão para haver uma melhor sintonia, entre condutores!!!

    Ao invés dos Canais de televisão dar BIG BROTHER e outras parvoíces que nada instrui os portugueses com o valor acrescentado 0,60€ + IVA, muitos deixam de comer para telefonar, e ao fim do mês vem a conta do telefone, e muitos já viciados, porque colocam muitos dos portugueses, cada vez mais ignorantes, e como também aprendem mais, a falar da vida de cada um!!!!
    Deveria sim, haver programas didáticos de Prevenção Rodoviária, Segurança Rodoviária, Civismo e Educação, e deixarem esses programas que já enojam.
    Por um Portugal melhor, e com as verdade, e só verdades eu me despeço.
    Espero que tenha elucidado mais uma vez, com muito prazer tenho, quem tenha dúvidas!!!!

    Castanheira do Ribatejo
    Jaime Jorge Pereira

    Monitor da PRP
    Administrador da página


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. em teoria é tudo muito bonito. mas na pratica..... muitos condutores saltam da faixa interior directamente para a saida porque a maioria das rotunda não tem espaço suficiente, entre duas saidas, para fazer a deslocação lateral da faixa interior para a faixa exterior, atempadamente e só depois sair.

      Eliminar
    2. Não se consegue perceber nos artigos todos que mencionou onde está explícito que "PORTANTO QUE NÃO RESTE DÚVIDAS A VIA DA DIREITA NAS ROTUNDAS, DENTRO E FORA DAS LOCALIDADES, É SÓ UNICAMENTE PARA MUDAR DE DIRECÇÃO Á DIREITA." (citando). É melhor não confundir o que são boas práticas de condução com o que é proibido ou obrigatório pela Código de Estrada!

      Eliminar
    3. De acordo com a informação dada pelo Jornal da Madeira no dia de hoje (3-01-2014), menciona que quem circula pelo lado de dentro e pretende sair na 2ª, ganha a prioridade, assim como num acidente.
      Julgo que a informação não deve estar bem correta? O que acho é que sempre que mudamos de direcção deveremos tomar as devidas precauções. Deste modo, perdemos num caso de acidente.
      Noutro caso, as regras dizem que os condutores devem utilizar a via de trânsito mais conveniente ao seu destino, só lhes sendo permitida a mudança para outra, depois de tomadas as devidas precauções, a fim de mudar de direção e ultrapassar.
      Estas alterações referem a uma obrigatoriedade? ou de uma conveniência? como tal pode ter várias interpretações, daí surgirem várias confusões e muitas dúvidas.
      No caso de acidente quem ganha?
      Julgo que devem informar mais os portugueses, mas de forma clara e não devem deixar sair informações que alterem a forma de raciocínio correto, para agirem incorrectamente.

      Eliminar
    4. boa noite!
      concordo com muito e tão pouco aqui dito! me desculpem mas , e verdade muita gente ignorante! e verdade, mas será que a DGV , não deveria comunicar todos os condutores que pagaram para ter a licença de condução por carta!?? pois eu não vejo tv e raramente leio jornais ! pois ate me da vergonha de ser deste país?
      E por fim :será que: PSP/BT e todas as entidades reguladoras de transito deveriam punir todos e quaisquer condutores que não acionem o dito (pisca) sinal de mudança de direção ?? pois evitariam uma centena de acidentes! obrigado

      Eliminar
  10. Tenho a certeza que em caso de acidente, o condutor que circular na facha do lado direito tem sempre razão, pois o outro condutor que circulava na via mais a esquerda e que não tomou as devidas precauções ao mudar de direção.

    ResponderEliminar
  11. Eu acho que os problemas advêm da incorrecta circulaçam, se todos o fizessem correctamente em principio não haveria acidentes. Hoje por exemplo numa estrada com duas vias e uma rotunda com 3 vias à frente, como pretendia dar a volta completa à rotunda coloco me, ainda na estrada na via da esquerda, e entro posteriormente também na mais à esquerda na rotunda, a meio dou o pisca da direita para começar então a mudar para a faixa do meio e posteriormente para a faixa da saída pretendida quando uma senhora a pisar no acelerador e a pretender sair na mesma saída que eu, me corta pela faixa do meio, ora esta senhora não só entrou mal na rotunda (vinha ao meu lado direito ainda na estrada quando devia ter se colocado à esquerda) como fez todo o percurso pela via do meio para dar a volta completa... e já agora é permitido "ultrapassar" em rotunda como ela fez? tendo em conta que ia mal colocada e eu já tinha dado a indicação de mudança de faixa?

    ResponderEliminar
  12. Correcção *indicação de mudança de via.

    ResponderEliminar
  13. Meus Caros, acreditem que fiquei mais baralhado do que nunca! Uns (instrutores), outros (responsáveis do IMTT/ASNR/DGV?) ainda baralham mais. Na minha opinião deve ser alterado o CE, onde se escreve "devem" deve-se escrever "SÃO OBRIGADOS..." nas rotundas com mais de 3 vias e com 2/3 vias de entradas e saídas, estas sim, SÃO ROTUNDAS, nas restantes cumpra-se o artº 14 do Código da Estrada. Num código, seja qual for, só pode existir "obrigações e direitos a cumprir. Sugestões/recomendações está o País "farto" e o Zé Povinho "esfomeado"

    ResponderEliminar
  14. Com trânsito compacto e lindo de se ver... muda se de faixa que é um espetáculo.

    ResponderEliminar
  15. Senhores, que grande salgalhada!!!!!
    Quero ver plasmado no terreno com a devida aposição da pertinente sinalização(horizontal e vertical) essa maneira de conduzir em rotundas(que as leis sucessivamente publicadas nunca definiram como obrigatória mas como desejável)!!!!
    Para quê conceitos tortuosos quando o meio mais eficaz é pintar os traços no asfalto e colocar os sinais nos locais oportunos?
    O problema é que:
    1 - Os condutores em geral conduzem com o nariz metido na traseira da viatura que os precede!!!!!
    2 - Pegou a moda das rotundas de tal modo que ja se fala de prioridade à esquerda; se fazem rotundas onde autocarros estão impossibilitados de circular sem passarem sobre o passeio!!!
    3 -Utilizam-se rotundas em locais onde conflui o trafico de cinco vias adjacentes!!!????

    Sim, as rotundas são boas, mas so se usadas com moderação!!!

    ResponderEliminar
  16. como diz o João Batista..........que grande salganhada. está instalada, legalmente,a confusão. e depois da chapa amassada os condutores que se amanhem. quem, inventou esta salsada não será responsabilizado. quanto ás suas explicações, gostei particularmente da Imagem 7 onde se vê o veiculo vermelho a circular por dentro e a sair disparado na diagonal para a 3ª saida. fazer isto na pratica seria um far-west. então e se nese momento o carro amarelo vai a circular para sair na 4ª saida ? e nesse momento tambem vai um veiculo acabado de entrar na 2ª saida para sair logo á direita na 3ª saida ? o veiculo vermelho atravessa-se á frente destes dois ? valha-me Deus.........

    ResponderEliminar
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  18. !! Esta nova regra de transito sobre as rotundas é insensata e perigosa, !!
    !! pois dá vantagem a qualquer veiculo habituado à rotunda e circulando !!
    !! a grande velocidade em atravessar as faixas de forma perigosa. !!

    Aquilo que justamente deveria ser evitado, pois essa regra segue na perfeição as características elementares na condução tipo "Rally".

    A utilização desta regra implica assim duas coisas:
    - A memoria.
    - A sinalização "prévia" de identificação de destino.

    => A memória:
    É simples, tendo já passado na rotunda já conhece a faixa de saída que pretende tomar.
    Isto aplica-se aos habituados da rotunda, a todos aqueles que conseguiram observar a sinalização antecipada por estar claramente identificada ou a quem estiver devidamente équipado com "GPS" e com o trajeto devidamente configurado.

    => A sinalização "prévia" de identificação de destino:
    A identificação da via a seguir tem de ser conhecida antecipadamente e de forma clara, para que um automobilista possa pretender em se colocar na correta faixa de rodagem no caso em que a rotunda contenha varias faixas de rodagem.
    Se nas rotundas fora das localidades existe frequentemente sinalização adequada (que muitas das vezes não prestamos atenção, ficando na duvida quando entramos na rotunda), dentro das localidades essa indicação prévia é pouco usada e nos casos em que é utilizado desfigura o local e pode mesmo distrair a atenção do condutor de outros perigos.

    => Para os outro:
    os "Aselhas", "Destreinados", "Patetas", "Idiotas", ... ou mais complexamente os estrangeiros ao local ou aqueles que não conseguiram identificar antecipadamente o seu local de destino. Estes não poderão prever com clareza o seu caminho a tomar e por habito de condução, iram circular lentamente na faixa de direita até encontrarem o seu caminho. (Agora isto é ilícito, boa PSD !!)
    Nota que isto se aplica a qualquer veiculo (bicicletas, tractores, papa-reformas, camiões e claro aos outros veículos).

    Uma rotunda é um troço de estrada que está embutida nela mesma "sem fim" pelo qual se entra e só se sai se mostrar a sua intenção de sair. A utilização dos pisca é absolutamente necessária e utiliza as regras que já existem na mudança de faixa de rodagem e saída da faixa de rodagem. (As saídas/entradas das rotundas correspondem a cruzamentos de vias de circulação onde a via de circulação da rotunda tem prioridade sobre todas as outras.)

    !!! A circulação nas estradas (vias publicas) tem de assegurar a segurança de qualquer veículos ou seres, !!!
    !!! que nela tenha direito de circular. !!!

    E não facilitar os apressados e atrevidos.

    Ainda temos de ver que segundo as regras já existentes, temos de dar a prioridade a um veiculo que esteja dentro da rotunda, o que quer dizer que enquanto um veiculo se encontrar dentro da rotunda, ninguém pode entrar (que a rotunda tenha 1, 2 ou mais faixas). Os únicos que respeitam essa regra costumam levar com buzinadelas.

    Na verdade, a entrada numa rotunda implica uma análise da velocidade do veiculo que circula na rotunda, analisando se a nossa própria entrada venha a prejudicar a circulação desse veiculo.

    !!! Nunca se esqueçam, numa rotunda anda constantemente veículos a mudar de faixa, !!!
    !!! e apenas 10% colocam piscas antecipadamente. !!!

    Nisto, a policia tinha onde obter coimas "facilmente".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Existe outros conceitos de segurança que nem todos existem no código da estrada mas que seriam bons de considerar:

      - A maior segurança de circulação é quando todos veículos circulam à mesma velocidade, no mesmo sentido.
      - A ultrapassagem mesmo com varias vias de circulação constitui sempre um perigo.
      - Evitem de permanecer na "zona de ângulo morto" ao ultrapassar. (Os engarrafamento são a excepção, mas poderão ter a necessidade de dar uma buzinadela.)
      - A rotunda NÃO É LOCAL PARA FAZER ULTRAPASSAGENS mesmo se isso o permite. Procure sempre em não ultrapassar seja pela direita ou pela esquerda.
      - Guardar sempre uma distancia de segurança com o veiculo da frente, pode estar destraido e embutir outro vehiculo fazendo que tambem não tenha tempo de reajir.
      - A velocidade de circulação dentro de uma rotunda depende do perigo que ela oferece, o diametro da rotunda, a quantidade de entrada/saidas, o transito nela entrando/saindo (mesmo se temos prioridade, devemos ter cuidado e saber abdicar da nossa prioridade para evitar um acidente). Em geral ande a metade da velocidade
      em que circulava fora delas ( ex: se circulava a 50km/h fora da rotunda, na rotunda não ande a mais de 25 a 30Km/h).

      Dizer que a via da direita foi feita para sair na proxima saida, então:
      - A utilização dos piscas é inutil pois por lei o veiculo na faixa da direita pretende sair.
      - Quem entra passa obrigatóriamente pela faixa da direita que pelo qual não lhe é permitido de mudar para outra via de circulação, pois tem de sair na proxima.
      - Ir até ao interior da via tem de ser feito o mais rapido possivel (sem que ninguem veja), uma atrevessia brusca e violenta é absolutamente indespensável, tentem fazer isso no marquês de Pombal.
      - Após atinjir a via de circulação mais à esquerda, onde tudo começa, deverá mudar de faixa cuidadosamente até atinguir a via de circulação mais à direita com a esperança de ter logo a seguir a sua via de saida caso não acerte deverá possivelmente sair onde não queria ou talvez se a lei o permite mudar de faixa para o interior da rotunda. Mas como estão muitos veiculos a ultrapassar-vos na rotunda acaba por não ser possivel mudar de viana rotunda, pelo qual fica obrigado em sair da rotunda na proxima, que pela mesma é a entrada de uma auto-estrada sem possibilidade de fazer retorno. Acaba por fazer mais 10 a 20 KM (ir e voltar), mas poupou entre 60€ a 300€. Que é bem mais caro que a gasolina gasta, as portagems e tempo perdido.

      Nota que a coima é de 60€ a 300€. Ainda não tenho conhecimento da lei para ver porque é que varia o preço da coima (talvez mulher/homem ou bonito/feio ou simpatico/mal criado ou bicicleta/camião) espero que não seja nada disto).

      Uma ultima coisa, as rotundas com mais de 2 vias de rodagem são PERIGOSAS e desnecessárias, pois não dão muito mais fluidez ao transito e aumentão o perigo das mesmas !!
      Conheço varias rotundas, sobretudo no estranjeiro, onde as vias de circulação foram reduzidas.

      Agora vou vos apresentar a unica rotunda que eu conheço que está adaptada à nova legislação que entrou em vigor. Encontra-se no conselho de oeiras distrito de Lisboa.

      38°41'47.60"N 9°19'33.33"W

      Só precisa de fazer pisca para entrar e escolher a faixa o resto é tudo automático, nem precisa de fazer pisca para sair da rotunda.
      Quem circula nela e não se apercebe da sua configuração, pode ter uma má surpresa.

      Eliminar
    2. Essa rotunda que referencia é um exemplo, se todas estivessem marcadas devidamente não estaríamos aqui a divagar sobre isto, nessa rotunda faz todo o sentido que assim seja, têm a configuração perfeita para estas novas regras o problema é que 99.9% das nossas rotundas não sejam assim, são pequenas e o numero de vias de entradas e saídas varia e muito o que torna esta "nova regra" um disparate completo, ver como vi ainda hoje filas de transito onde nunca vi, devido a automobilistas que iam para a faixa da esquerda para poderem entrar para a faixa da esquerda da rotunda, deixando a faixa do lado direito vazia e inviabilizando o escoamento de transito, já que as saídas mais usadas são a 2ª e 3ª saída, o mais irritante é que quem sai para a 2ª saída só tinha tempo de ir à faixa da esquerda da rotunda... circular lá uns escassos 3 a 4 mt e voltar à faixa da direita, escusado será dizer que isto causou transito na rotunda em si.

      Eliminar
    3. Belo texto, Luís Miguel. Irónico, mas pertinente e pedagógico para quem confunde boas práticas de condução com o que é proibido ou obrigatório pelo Código de Estrada.

      Eliminar
    4. Bem aparentemente o Artigo 14-A ponto 2 autoriza o uso continuo da via mais à direita a veículos que dificilmente podem saltear as vias de uma rotunda.

      Art.14-A
      2 — Os condutores de veículos de tração animal ou
      de animais, de velocípedes e de automóveis pesados,
      podem ocupar a via de trânsito mais à direita, sem prejuízo
      do dever de facultar a saída aos condutores que
      circulem nos termos da alínea c) do n.º 1.

      Mas os condutores de veículos automóveis que perdem a noção da saída que devem tomar, continuam a serem multáveis.

      Eliminar
    5. Mas esse dever é coisa nova! Num código que aumenta a capacidade aos velocípedes, impõe-se subrepticiamente uma condição que nunca existiu para nenhum veículo, o dever de ceder passagem aos condutores que mudam de via dentro da rotunda! E isto para veículos que não têm seguro, se algum velocípede não ceder passagem, como é?...

      Eliminar
  19. Uma pergunta, quer dizer que os esquemas ilustrados neste post perdem a veracidade com a introdução destas novas regras?
    Obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As fotos neste post não perdem a validade pois são aquilo que se TEM de fazer.

      As novas regras é aquilo que sempre foi recomendado em fazer nas rotundas para facilitar a circulação nas mesmas.

      O problema é o fator punitivo que agora se aplica. Que pode vir a prejudicar alguns condutores que possam estar em situação de fraqueza. Tais como bicicletas ou condutores que não se aperceberam correctamente onde se encontra a sua saída.

      Eliminar
    2. Bem aparentemente o Artigo 14-A ponto 2 autoriza o uso continuo da via mais à direita a veículos que dificilmente podem saltear as vias de uma rotunda.

      Art.14-A
      2 — Os condutores de veículos de tração animal ou
      de animais, de velocípedes e de automóveis pesados,
      podem ocupar a via de trânsito mais à direita, sem prejuízo
      do dever de facultar a saída aos condutores que
      circulem nos termos da alínea c) do n.º 1.

      Eliminar
  20. Bela confusão cá vai, vou continuar a fazer as rotundas como sempre as fiz, que basicamente é como indicam estas imagens, desactualizadas ou não é a forma mais sensata de circular numa rotunda.

    Ainda hoje me deparei com plenos disparates de automobilistas a saírem disparados do centro das rotundas com outros a entrarem para o centro da mesma rotunda, e o mais grave disto é que os que saem do centro da rotunda nem estão a olhar para a frente, estão a olhar para os espelhos.... isto vai ser bonito vai, que prevaleça o bom senso e para já há que andar com olhos abertos dentro das rotundas porque agora eles aparecem de todos os lados e com muita pressa.

    Há os que como eu ainda não estão esclarecidos, há os que provavelmente estão certos e há os que pensam estar certos... isto vai dar confusão e das grandes.

    ResponderEliminar
  21. Com toda esta confusão, acho que vou pôr o automóvel na prateleira, e andar a pé. :(

    ResponderEliminar
  22. Verificando as indicações, e após conversa em que me foi dito que tinha cometido infracção, pois numa via com duas faixas, eu seguindo pela direita segui em frente e saí na segunda deixando a faixa da esquerda completamente livre, em que acabei por discordar do que me foi dito tenho uma questão a fazer que é a seguinte. Há uns dia atrás deparei numa via com duas faixas à entrada de uma rotunda de 2 faixas, cerca de vinte carros em fila na faixa da esquerda e nenhum na faixa da direita, pelo que a minha pergunta é se não é possível entrar na faixa da direita e mudar para a da esquerda apenas dentro da rotunda, porque isso nunca aparece nas figuras, mas penso que não seja proibido, mas também não tenho a certeza. Agradecia o esclarecimento se fosse possível. Obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é proibido coisíssima nenhuma! É apenas uma boa prática de condução. Mas obviamente que só é boa prática, em condições de fluidez de trânsito normal.

      Eliminar
    2. caros condutores, utilizem os termos corretos. Em vez de dizerem: -"numa via com duas faixas", digam: -numa faixa com duas vias.

      Eliminar
  23. È preciso ser muito burros !!!
    ou andam á procura de confusões !!!.

    ResponderEliminar
  24. Foi preciso vir esta canalhada de sapiências de merd. inventar confusões !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se aqui viestes parar é porque entrastes em confusão, bem vindo ao clube. :)

      Eliminar
  25. Mas alguem me explica que raio é que mudou nas rotundas?
    Em nenhum site imtt ou ansr falam em alterações nas rotundas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo. O que mudou? Dentro de uma rotunda com duas vias, quem perde a prioridade, se ambas se encontram dentro da rotunda? Acho é quem muda de direcção.
      Precisamos de exemplos e mais explicações.

      Eliminar
    2. Não encontro a nova lei em nenhum lado...

      Eliminar
  26. O que diz o Diário da República é o seguinte:

    Aditamento ao Código da Estrada
    São aditados ao Código da Estrada, aprovado pelo Decreto -Lei n.º 114/94, de 3 de maio, os artigos 14.º -A, 78.º -A, 171.º -A, 185.º -A e 187.º -A, com a seguinte redação:
    «Artigo 14.º -A

    Rotundas
    1 — Nas rotundas, o condutor deve adotar o seguinte comportamento:
    a) Entrar na rotunda após ceder a passagem aos veículos que nela circulam, qualquer que seja a via por onde o façam;
    b) Se pretender sair da rotunda na primeira via de saída, deve ocupar a via da direita;
    c) Se pretender sair da rotunda por qualquer das outras vias de saída, só deve ocupar a via de trânsito mais à direita após passar a via de saída imediatamente anterior àquela por onde pretende sair, aproximando –se progressivamente desta e mudando de via depois de tomadas as devidas precauções;
    d) Sem prejuízo do disposto nas alíneas anteriores, os condutores devem utilizar a via de trânsito mais conveniente ao seu destino.

    2 — Os condutores de veículos de tração animal ou de animais, de velocípedes e de automóveis pesados, podem ocupar a via de trânsito mais à direita, sem prejuízo do dever de facultar a saída aos condutores que circulem nos termos da alínea c) do n.º 1

    3 — Quem infringir o disposto nas alíneas b), c) e d) do n.º 1 e no n.º 2 é sancionado com coima de € 60 a € 300.


    Isso pode ser visto aqui: http://dre.pt/pdf1sdip/2013/09/16900/0544605499.pdf

    Continuo a insistir que isto é errado atendendo que cada rotunda tem características diferentes, dou como exemplo rotundas onde a afluência de transito é maior na 3ª saída, ficam filas de transito desnecessárias na via da esquerda na entrada da rotunda devido a viaturas que pretendem sair na 2ª saída.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo consigo, esta lei vai dar muitos acidentes, já ouvi montes de gente a dizer que ao sair da faixa da esquerda tem prioridade sobre os da direita... Portugal no seu melhor...

      Eliminar
    2. Na minha opinião existem rotundas a mais, de acordo com a definição dada pelo CE. No You tube vejam "roundabout corridor". De acordo com a nossa legislação não são rotundas, apenas praças.

      Eliminar
  27. O problema é que o decreto lei diz e passo a transcrever "só deve ocupar a via de trânsito mais à direita após passar a via de saída imediatamente anterior àquela por onde pretende sair, aproximando-se progressivamente desta e mudando de via depois de tomadas as devidas precauções"

    Isto em rotundas pequenas é inviável, progressivamente como ??? mal entramos na rotunda estamos em cima da 1ª saida, ou seja, nem tempo dá para entrar com as viaturas a 100% na via da esquerda da rotunda e já estamos a serpentear para a faixa da direita para sair na 2ª saída, isto na prática origina o que tenho visto durante estes dias, uma quantidade de viaturas a ocupar ambas as vias das rotundas.

    Sinceramente neste momento não sei qual a melhor abordagem para circular numa rotunda, vejo condutores que fazem o que me parece sensato, ou seja vão pela direita para saírem na primeira ou segunda saída e já os vi a levar com buzinas em cima por outros condutores que estão a vir da faixa da esquerda, por outro lado esses condutores que vêm da faixa da esquerda também não estão a circular a 100% com as novas regras devido a esse "progressivamente" uma vez que estão a circular na rotunda numa semirecta, saindo do centro da rotunda em linha recta para a saída quando deveriam ter antecipado a manobra logo imediatamente a seguir à saída anterior, manobra essa que é impossível de antecipar devido a reduzida dimensão da rotunda.

    ResponderEliminar
  28. Continuo sem saber o que fazer!
    Tenho carta à mais de 15 anos e sempre tive a seguinte postura.
    - Rotunda com uma faixa para entrar, entrava na rotunda e encostava-me à esquerda até à penultima saida! Ou seja circulava à esquerda até antes da saida que pretendia sair! Caso saisse logo na primeira saida, não chegava a ir para a esquerda.
    -Rotunda com duas faixas para entrar, circulava da mesma maneira, apenas antes de entrar dirigia-me logo para a faixa mais à esquerda antes de entrar.
    Agora com estas alterações estou sem saber se preciso alterar a minha condução.
    Posso entrar numa rotunda e circular sempre pelo centro até à saida antes da saida que pretendo utilizar? Ou sou obrigado a seguir pela direita, seja para sair na primeira, quer na segunda saida?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já faz a rotunda correctamente, a meu ver!

      Eliminar
  29. Estas "novas" regras, regras estas que sempre foram as corretas e foram as que aprendi à 14 anos quando tirei a carta, funcionam bem em rotundas tipicas visesenses, que são rotundas com pouco transito, no maximo 2/3 vias a entrar/sair, aqui os que circulavam pela direita, que davam voltas e voltas ás rotundas pela direita estavam a causar sérios problemas, pois impediam a saídas dos condutores que seguiam pela esquerda e pretendiam sair, assim aqui se assim fosse de nada valia haver mais que uma via dentro das rotundas.
    Destreza é a regra a seguir aqui.

    Agora em rotundas grandes com mais de 3 faixas a entrar e dentro da rotunda (que a meu ver deviam ser banidas) é que vem os problemas, pois normalmente são rotundas com elevado trânsito, algumas com SEMÀFOROS em que se torna impraticável um condutor seguir de dentro pra fora da rotunda pois há sempre condutores ao lado que impedem a mudança de faixa.
    Muitas vezes os problemas vêm quando condutores diferentes seguem a diferentes velocidades dentro das rotundas, isto é ainda mais notório em rotundas grandes (independente do n de faixas), quando há ultrapassagem etc

    Concluindo, estas regras são bem vindas em rotundas com pouco transito, no maximo 2/3 vias a entrar/sair, pouco transito, nas outras algum entendedor que venha aqui explicar como é que estas regras podem funcionar..

    ResponderEliminar
  30. O que ainda gera mais confusão é que em alguns sites supostamente crediveis vemos discordancias tais como:

    "os infractores - que ocupem, por exemplo, a faixa da direita sem terem intenção de usar as DUAS primeiras saídas - arriscam uma coima entre 60 e 300 euros." in "http://www.ionline.pt/artigos/portugal/codigo-da-estrada-circular-fora-nas-rotundas-pode-dar-300-euros-multa"

    "Nas rotundas a circulação também sofre alterações, passando a estar regulamentada e os automobilistas que ocupem a faixa da direita sem terem intenção de usar a SAÍDA IMEDIATAMENTE A SEGUIR arriscam-se a uma coima entre 60 e 300 euros." in "http://www.tvi24.iol.pt/503/sociedade/codigo-da-estrada-alteracoes-novas-regras-tvi24-rotundas/1524046-4071.html"

    E quem tem razão??
    No Facebook da GNR colocaram uma imagem vaga e sem responder ás principais questões que deveriam ser esclarecidas quando alguem se dá ao trabalho de elaborar uma imagem com estes propósitos..a meu ver nem eles sabem ao certo o que é que se deve ou não fazer, mostram uma imagem de uma rotunda com apenas 1 via a entrar e querem que o pessoal "adivinhe" as restantes possibilidades!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. mais lenha!!!! tirei carta em 1997 e nas rotundas circulava-se sempre a direita! esquerda so para ultrapassagem!
      prioridades: quem nela circula.
      Enfim so neste paìs ! so falta proibir caça aos coelhos!

      Eliminar
  31. E porque não todos os condutores voltarem à escola, e aprenderem a brutalidade desta nova legislação?

    cristina 1 de Junho de 2011 às 23:45

    tirei a carta a menos de 1 anos e nao foi assim que me ensinaram sempre do lado direito… -

    See more at: http://blog.sitedosseguros.com/2011/05/como-circular-em-rotundas-partir-de-julho-2011/#comments

    cristina 1 de Junho de 2011 às 23:45 tirei a carta a menos de 1 anos e nao foi assim que me ensinaram sempre do lado direito… - See more at: http://blog.sitedosseguros.com/2011/05/como-circular-em-rotundas-partir-de-julho-2011/#comments

    ResponderEliminar
  32. No fim de semana passado vi uma viatura que ia à minha frente da BT a circular numa rotunda sempre pela direita para sair na 2ª saída, compreendo que assim tivessem feito porque no caso daquela rotunda que é muito pequena, ir à faixa da esquerda para voltar logo de imediato à faixa da direita não faz sentido, embora as regras novas aparentemente dizem que devemos ir à faixa da esquerda e imediatamente a seguir à ultima saída relativamente à que queremos sair (saliento que a 1ª saida é praticamente colada à entrada onde circulava) voltar à direita, ou seja esta regra não deveria ser aplicada a todas as rotundas sem excepção, há milhares de rotundas onde aplicar o que diz o decreto lei é perigoso uma vez que vemos carros a mudar constantemente de faixas dentro de uma rotunda com um perímetro inferior a 50 mt. Devia ser proibido que estas rotundas tivessem mais do que uma faixa, isto sem falar nas filas desnecessárias que se forma nas faixas do lado esquerdo nas vias que antecedem essas rotundas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade Ricardo, tem razão e estou de acordo consigo ...Esperemos que alguém que tenha responsabilidades nesta área se pronuncie, pois em muitas rotundas esta nova legislação não é exequível... fiquemos a aguardar ...

      Eliminar
  33. O regime que vigorava quanto à circulação nas rotundas foi clarificado pela lei n.º 72/2013, de 3 de setembro. Nesse sentido os comentários expostos até ao dia 27 de dezembro de 2013 referem-se ainda à legislação anterior. Posteriormente a esta data já serão opiniões relativas aos novos procedimentos na ROTUNDAS. Obrigado ...

    ResponderEliminar
  34. boas, quer dizer que para sair na 1 saída e 2 saida é na faixa da direita e nas restantes é pela faixa da esquerda? isto no caso de só ter 2 faixas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Não ... está enganado, só pode usar a via de trânsito da direita no interior da rotunda se pretender sair apenas na 1ª saída, se pretender seguir para outras saídas, incluindo a 2ª saída tem que entrar pelo interior da rotunda. Com estas novas regras de circulação é assim... se estão corretas ou não é que já é discutível. Pode visualizar todas as explicações aqui no blog.

      Eliminar
  35. Tenho uma questão mas não tem a ver com as novas regras.
    Hoje entrei numa rotunda mas que só tem uma faixa, antes era um cruzamento que empatava muito o trânsito e fizeram obras para transformar numa rotunda. Por acaso é de forma oval e não circular como habitualmente.
    Só faço pisca para a direita quando vou sair mas nessa altura já passei por duas saídas e contornei a ponta oval da rotunda. A seguir a essa ponta entrou um sr, que se meteu à minha frente e eu tive de parar para não lhe bater, e ficou todo indignado a dizer que eu devia ter feito pisca para a esquerda pois ía contiuar dentro da rotunda, é preciso?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá...
      Por norma, se já está na via de trânsito no interior da rotunda, enquanto circular nessa mesma via de não é necessário levar o pisca ligado, contudo se for um condutor defensivo pode dar a entender aos outros veículos qual vai ser a sua intenção, e assim manter sempre o pisca ligado a avisar que segue aquela direção. Será uma forma de comunicar com os outros veículos, e assim eles sabem para onde vai. Por isso não sendo obrigatório será sempre aconselhável.

      Eliminar
    2. Não. O artº 21 do CE diz que devemos sinalizar as manobras que afectuamos. Por ex.: Iniciar a marcha; mudar de direção ou de via de trânsito; iniciar uma ultrapassagem; parar ou estacionar. Já agora, todas as manobras que inpliquem deslocamento lateral do veìculo também devem ser sinalizadas, com o respetivo sinal de mudança de direção (pisca). O sinal D4 indica ao conductor que entra numa rotunda com trânsito giratório.

      Eliminar
  36. Algumas questões, se for possível o esclarecimento:

    1- Ao entrar na rotunda de várias faixas, pretendendo sair numa 2ª, 3ª, 4ª, etc saídas é necessário usar logo o pisca para atravessar a rotunda em direcção ao centro, uma vez que se vão atravessar as faixas da rotunda, ou só para a saída da mesma?

    2- Numa via p.ex. de 3 faixas, uma viatura que se desloque mais lentamente e circule consequentemente na faixa da direita e tenha (por obrigação, se não sair na 1ª. saída) de ocupar as faixas centrais da rotunda deve parar e esperar que os veículos das faixas à esquerda dessa via de acesso o deixem entrar na faixa correcta da rotunda ou entra na rotunda pela faixa da direita e sujeita-se à multa por ter as faixas à esquerda ocupadas? (Esta possibilidade não está contemplada nas imagens)

    3- Poderá dizer-se que quem não conheça determinada rotunda deverá atravessá-la até à faixa mais interna (que costuma ser a mais rápida e perigosa, principalmente agora que há-de haver quem a atravesse a toda a brida quando pretender seguir em frente) e contorná-la até que descubra onde pretenda sair? Parece-lhe este o procedimento mais adequado a realizar?

    4- As bombas de gasolina, parques de estacionamento, supermercados ou estruturas semelhantes que por vezes se encontram a par das rotundas, são consideradas "saídas" para efeitos do código da estrada?

    Desculpe as questões, que podem parecer estúpidas, mas são as dificuldades que ainda tenho. Já pensei em parar e esperar algum carro de instrução para poder segui-lo e aprender, e provavelmente também farei isso.

    Parabéns pelo excelente trabalho e os meus agradecimentos sinceros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caros condutores: as rutondas só têm uma faixa de rodagem, a qual, pode por sua vez conter varias vias de trânsito. Não o oposto.

      Eliminar
    2. Olá Joaquim... quando se refere a faixas o termo correto é vias de trânsito. Respondendo às sua dúvidas na 1ª pergunta, o ideal é como se estivesse a abordar um cruzamento, ou seja se pretender ir para uma 2ª saída que seja em frente não é necessário fazer o pisca da esquerda, basta fazer o pisca da direita quando no interior da rotunda mudar para a via mais à direita para depois sair. Se seguir para a esquerda indo para uma 3ª saída, aí sim é aconselhável antes de entrar na rotunda fazer o pisca da esquerda para avisar da sua intenção e depois então fazer o pisca da direita para sair.
      Na 2ª pergunta, Não... não deve proceder assim, pois pode por em causa a sua segurança e a dos outros. O condutor não conhecendo a rotunda e se não sabe que direção que quer seguir, sempre com antecedência deveria passar para a via da esquerda, entrar na rotunda pela esquerda e depois contornar a rotunda e quando souber qual a direção a seguir deve tomar os procedimentos convenientes.
      Na 3ª pergunta já lhe respondi um pouco anteriormente... é verdade que poderá não ser o mais seguro, contudo a melhor forma de proceder e perante as novas regras não há outra solução.
      Na 4ª pergunta, é uma boa questão... perante o CE não está bem explícito, estas estruturas como refere, na minha opinião por norma não são consideradas saídas da rotunda, pois não tem um normal fluxo de trânsito como terão as ditas normais saídas, só determinados condutores é que eventualmente as usam... é só mesmo por esse sentido. Contudo há quem defenda que também contam como saídas normais, pois qualquer condutor pode sair por lá... Será sempre discutível. Qualquer das formas devemos proceder de igual forma.
      Espero ter ajudado ...

      Eliminar
    3. Fiquei esclarecido. Muito obrigado! Não é uma boa lei, mas temos de cumpri-la. Desculpe a minha confusão no ponto 2, fui muito pouco claro, mas a sua explicação foi claríssima.

      Eliminar
  37. Gostaria de saber quem e o culpado porque pelos vistos essa infracção só funciona para a polícia. Entrando dois carros na mesma entrada da rotunda um encosta a esquerda para sair na segunda saída o outro circula pela faixa da direita para sair na terceira saída .
    Na altura de o primeiro carro sair para a direita sinalizando ,surge o outro carro que cometendo infracção chocam .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Hélder ...
      Em caso de acidente em rotundas, a posição das seguradoras era – antes da entrada em vigor desta lei, decidir em favor de quem se encontrava pela direita e em detrimento de quem estava a mudar de via de trânsito, por isso continue a ter especial atenção quando vai tomar a via da direita antes de sair da rotunda. O código da estrada assim o determina… O facto de o condutor estar a circular corretamente, por não ceder a passagem na mudança de via de trânsito, vai ser responsabilizado pelo embate. Contudo o outro condutor também irá ser responsabilizado, mas neste caso só por estar a circular erradamente na rotunda (coima de 60 a 300 Euros). Neste caso a maior probabilidade será ser atribuída culpabilidade para ambos os condutores de 50/50 % por parte das companhias de seguros.

      Eliminar
  38. No local onde moro a maior parte das rotundas têm apenas 3 vias, quando quero sair logo na primeira utilizo a mais à direita, para sair na segunda e terceira utilizo a do meio e quando quero dar a volta completa utilizo a mais à esquerda, penso que está correcto desta forma? tenho visto no entanto algumas pessoas que numa rotunda deste tipo para sairem na segunda saída entram na via do meio, mudam para a da esquerda e de seguida "cortam" na diagonal para sair, penso que não esteja incorrecto segundo o CE mas pareçe me estremamente propício a causar acidentes, ou será que estou equivocado? gostaria do seu parecer, muito obrigado.

    ResponderEliminar
  39. Boa tarde. Tenho também uma questão que tem a ver com o novo código da estrada, rotundas. Onde moro existe uma rotunda que tem duas faixas de rodagem circulares, mas apenas uma única via, avenida, que tem quatro faixas, duas para cada lado. As restantes têm apenas duas, uma para cada lado. Como se deve proceder se acontecer o seguinte.
    Ao entrar nessa rotunda pela avenida, como disse existem duas faixas e nela se encontram parados dois veiculos, um ao lado do outro. Depois da rotunda estar livre entram nela lado a lado. Querem ambos sair na segunda saída (em frente) o veiculo que está à direita não pode ir à faixa da esquerda (como manda o novo código) porque esta está ocupada com o outro veiculo, que circula segundo as novas regras. Continuam lado a lado e ambos se aproximam da saída que só tem faixa para um veiculo. Quem tem prioridade..???. Se ambos pensam que têm razão nunhum pára e colidem à entrada da rua e à saída da rotunda. Quem paga os danos..? O da esquerda que está a cumprir o novo código e o da direita que não pode cumprir o novo código porque o da esquerda não o permite. Com resolvemos esta situação. Entendo que o novo código não pensou em todas as situações o que vai criar muitos e graves problemas. Pode ajudar-me. Obrigado.

    ResponderEliminar
  40. Não basta aplicar uma multa a quem circula pela direita nas rotundas, em caso de acidente as seguradoras tem de passar a considerar culpado o condutor que circula na faixa de fora e impede o outro veiculo de sair da rotunda. Só dessa forma se educarão os condutores a abordar as rotundas como devem ser abordadas.

    ResponderEliminar
  41. bom dia eu Gostaria de saber oque é um retorno, porque e como ele e usado quais os principios de uso do mesmo

    ResponderEliminar
  42. Boa noite,
    Mais um esclarecimento, se conduzir um pesado, independentemente se é de passageiros ou mercadorias, nas rotundas dentro e fora das localidades, ando sempre por pela via da direita, salvaguardando claro a passagem dos outros?
    Eu ainda nao vi sinais que me impeçam de andar nas outras mas pelo que li no novo código devo faze-lo por fora, estou certo?

    ResponderEliminar